SE 002. A educação em tempos sombrios (e para além deles)

Resumo:

Este Simpósio encontra inspiração no título de uma das mais instigantes obras de Hanna Arendt para refletir sobre os fundamentos, alcances e limites que a educação como objetivo e processo da cultura tem no Brasil de hoje. Ainda que seu nome remita, inevitavelmente, aos urgentes desafios da conjuntura política do país, o Simpósio visa identificar as contribuições da antropologia numa análise de mais fôlego. Assim, os trabalhos reunidos ecoam a tentativa secular de uma antropologia que seja capaz de interpretar e responder às diversas formas de sectarismo e fundamentalismo que têm como alvo privilegiado a educação, as artes e a ciência. As atividades propostas focalizam a profundam no sentido da escola numa sociedade atravessada pela desigualdade e a violência (sessão 01: “Antropologia, educação e democracia: a escola para que e para quem?”), no papel dos professores diante de múltiplas formas de anti-intelectualismo, populismo e demagogia (sessão 02: “A antropologia e a formação docente: professores para que?”) e no ensino de ciências sociais e de humanidades como projetos de justiça e liberdade (roda de conversa: “Ensino de antropologia e desafios didáticos em novos cenários políticos: ensinar o que e como?”. Nesta seara, também interessa discernir quais sãos os fundamentos, alcances e limites da própria antropologia quando pensa a educação em tempos como os atuais e para além deles.

Palavras-chave: Antropologia; educação; democracia

Coordenador(es):
Guillermo Vega Sanabria (UFBA)

Sessão 1 - Antropologia, educação e democracia: a escola para que e para quem?

Participante(s):
Diogenes Egidio Cariaga (UEMS)
José Valdir Jesus de Santana (UESB)
Mylene Mizrahi (PUC-Rio)
Debatedor/a:
Ana Maria Rabelo Gomes (UFMG)

Sessão 2 - A antropologia e a formação docente: professores para que?

Participante(s):
Sandra de Fátima Pereira Tosta (UFOP)
Sônia Beatriz dos Santos (UERJ)
Raimundo Nonato Ferreira do Nascimento (UFPI)
Debatedor/a:
Antonella Maria Imperatriz Tassinari (UFSC)

Sessão 3 - Ensino de antropologia e desafios didáticos em novos cenários políticos: ensinar o que e como?

Participante(s):
Ari José Sartori (UFFS)
Ceres Karam Brum (UFSM)
Luiz Alberto Alves Couceiro (UFMA)
Hilton Pereira da silva (UFPA)
Alexandre Ferraz Herbetta (PPGAS/NTFSI/UFG)
Debatedor/a:
Janaina Damaceno Gomes (Uerj)

11 - Trabalho para Simpósio Especial

Trabalho para Simpósio Especial

Diálogo de Saberes na escola intercultural: como pôr em prática?

Raimundo Nonato Ferreira do Nascimento (UFPI)
Trabalho para Simpósio Especial

Do ponto de vista das crianças: desigualdades étnico-raciais em escolas públicas do município de Itapetinga/BA

José Valdir Jesus de Santana (UESB)
Trabalho para Simpósio Especial

É possível guaranizar a universidade em tempos de ensino remoto emergencial? Reflexões sobre a presença de estudantes kaiowá e guarani na UEMS em Amambai

Diogenes Egidio Cariaga (UEMS)
Trabalho para Simpósio Especial

Educação é medida de humanidade?, caminhos da juventude contemporânea

Mylene Mizrahi (PUC-Rio)
Trabalho para Simpósio Especial

Etnografia hiper-realista: alteridades, coletividades e temporalidades em situações de ensino-aprendizagem

Luiz Alberto Alves Couceiro (UFMA)
Trabalho para Simpósio Especial

Experiências Docentes e de Pesquisa na Formação para a Educação das Relações Étnico-Raciais

Sônia Beatriz dos Santos (UERJ)
Trabalho para Simpósio Especial

Limites e desafios do ensino da Antropologia em contextos interdisciplinares, interculturais e nos PPGAS

Ari José Sartori (UFFS)
Trabalho para Simpósio Especial

Menina com a máscara da morte: o ensino de antropologia em tempos de pandemia, autoetnografia

Ceres Karam Brum (UFSM)
Trabalho para Simpósio Especial

O Ensino de Bioantropologia no Brasil e os Desafios dos Novos Cenários de Formação

Hilton Pereira da silva (UFPA)
Trabalho para Simpósio Especial

Práticas antropológicas: reflexões sobre transformações e ativações por meio do ensino de antropologia na Universidade Federal de Goiás

Alexandre Ferraz Herbetta (PPGAS/NTFSI/UFG)
Trabalho para Simpósio Especial

“A antropologia e a formação docente: professores para que?

Sandra de Fátima Pereira Tosta (UFOP)