VIII Edição do Prêmio Lévi-Strauss

O Prêmio Lévi-Strauss é uma iniciativa da Associação Brasileira de Antropologia em homenagem à contribuição de Claude Lévi-Strauss à Antropologia e visa estimular novas carreiras e dar visibilidade à produção original e de grande qualidade acadêmica desenvolvidas na graduação. O Prêmio Lévi-Strauss, voltado a estudantes de graduação e a recém graduados associados à ABA ou orientados/as por associados/as, foi remodelado em função da realização on-line da 32ª RBA.

Nessa edição, os pôsteres foram adaptados para vídeo-pôsteres. Os vídeo-pôsteres estão disponíveis na playlist do Prêmio Lévi-Strauss disponível no canal da TV ABA no Youtube. 

Modalidade Poster:

Menção Honrosa:

  • Evelyn Marcele Ribeiro Mota (Universidade Federal de Sergipe) / Orientador: Ugo Maia Andrade / “Contrastando culturas e sobrepondo razões: o movimento de direito e proteção animal e o racismo religioso”.
  • Gabriel Wellington Nunes Nobre e Gabriel Barbedo (Universidade Federal Fluminense e Fiocruz) / Orientadora: Palloma Valle Menezes / Título do trabalho: “Wikifavelas: a tecnologia da informação na descolonização do conhecimento”.
  • João Pedro de Oliveira Medeiros (Universidade Federal Fluminense) / Orientador: Luiz Fernando Rojo Mattos / “O corpo como arena: uma etnografia sobre velhice institucionalizada em um asilo da Baixada Fluminense-RJ”.

Os cinco vídeos premiados são:

  • Hugo Virgilio de Oliveira (Universidade Federal Fluminense) / Orientadora: Lucía Eilbaum / “Quem são os pesquisadores que nos pesquisam? O antropólogo e seus efeitos no trabalho de campo”.
  • Jade Figueiredo Costa (Universidade Federal do Amapá) / Orientador: José Maria da Silva / “Dança da cova: a comemoração da morte nas mídias do Amapá”.
  • Kelwin Marques Garcia dos Santos (Universidade de São Paulo) / Orientadora: Rose Satiko/ “A constituição do corpo e da localidade no maracatu de baque virado: uma abordagem a partir da antropologia multimodal”.
  • Kleberson Almeida de Albuquerque, Elma Alves de Lima (Universidade Federal do Pará) / Orientadora: Michele Escoura Bueno / “Os desafios enfrentados por estudantes indígenas para a conclusão do ensino superior na Universidade Federal do Pará”
  • Laila Zilber Kontic (Universidade de São Paulo) / Orientadora: Sylvia Caiuby Novaes / “Os Yanomami e o xamanismo pelas fotografias de Claudia Andujar”.

Modalidade Artigo

3º Lugar:

Nicole Rigon (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) / Orientadora: Cornelia Eckert
Artigo: “Espaço de encontros, espaço de conflitos: Reflexões sobre a ocupação do viaduto do Brooklyn em Porto Alegre”.

2º Lugar:

Ana Carolina Braga Azevedo (Universidade de São Paulo) / Orientadora: Heloisa Buarque de Almeida
Artigo: “Disputando categorias: os embates e as narrativas políticas/militantes, midiáticas e jurídicas em torno de um caso público”.

1º Lugar:

Marília Caetano Rodrigues Morais (Universidade Federal de Goiás) / Orientador: Manuel Ferreira Lima Filho / Artigo “Técnica e aprendizagem: a bykyrè e as esteiras inỹ da Coleção William Lipkind (1938)”.