Anais da 30aRBA
ISBN n° 978-85-87942-42-5

MR011. Desafios metodológicos, éticos e políticos nas pesquisas sobre práticas de uso, comércio e controle de drogas ilícitas

Esta mesa reúne pesquisadores interessados em discutir os desafios metodológicos, éticos e políticos envolvidos nas pesquisas sobre as práticas de uso e comércio de drogas ilícitas, assim como de controle e repressão das mesmas. As reflexões apontam, especialmente, para as linhas de tensão - geradas ora pelo acoplamento, ora pela produção de afastamentos diferenciais - entre os diversos controles governamentais e corporativos (ações terapêuticas e sanitárias; intervenções orientadas para o tratamento penal; incitações mercadológicas, entre outras) e as valorações/efetuações produzidas por aqueles que se engajam em tais práticas. Nesses contextos de análise adquirem particular relevo as conceituações nativas sobre o crime, sobre as inserções institucionais, tanto quanto sobre os meios relacionais em que se desenvolvem tais práticas. Ao contrastar situações e contextos etnográficos, produções discursivas e políticas que alimentam as controvérsias sobre o tema, esperamos elucidar, em alguma medida, as dimensões epistemológica e ontológica presentes nas abordagens antropológicas sobre o assunto e nos fenômenos classificados como “criminais” de maneira geral.

Antonio Carlos Rafael Barbosa (Universidade Federal Fluminense)
(Coordenador)
Brígida Renoldi (Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas)
(Participante)
Marcelo Rossal (Departamento de Antropología Social - Universidad de la República)
(Participante)
Karina Biondi (UNICAMP)
(Participante)
Carolina Christoph Grillo (USP)
(Debatedor)